Labels

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Nota do porque não vou atuar na trilha de Cyberia 8

Sim Cyberia 8 vai existir mas eu não vou atuar na trilha sonora e hoje vou comentar o porque ja que tem algumas pessoas na expectativa de que seja eu ja como comentado por alguns na page do KLBR.

Primeiramente devemos lembrar que principalmente se tratando do público brasileiro é um povo burro e tapado e gostam de querer falar sobre coisas que não sabem, muito menos entendem mas ainda e se acham espertos, isso até o momento é claro de passar vergonha quando pega alguém que realmente sabe do que se trata, então pra vocês muitos espertões e acham que sabem tudo hoje vou explicar pra vocês algumas coisas que vocês acham que sabem ou entendem mas na verdade não entendem nada, de qualquer forma é um resumo.
Mas, antes devo dizer o porque não vou atuar, como muitos sabem eu fui chamado pra atuar em vários projetos essa temporada e muitos deles eu vou estar atuando em suas trilhas, fora que também eu ja não pretendia atuar em Cyberia 8 des do ínicio pelo simples propósito que é bom haver variações em jogos como Cyberia (sim no caso do Cyberia que ja foi idealizado pra isso não vá misturar com outros porque não é isso que to falando).

Enfim, para os espertalhões existem diversas classificações na música mas hoje vou falar apenas sobre 2 em resumo que ja é o ponto do assunto, vou falar hoje sobre o compositor e músico intrumentista, o músico instrumentista também pode compor mas não é da mesma laia que o compositor, isso porque o músico intrumentista necessita de treino em só um instrumento ou 2 (acima de 2 provavelmente ele ja terá uma performance porca como grande parte das vezes), para ser um bom performista, e a maioria deles atuam em bandas ou grupos onde fazem músicas em partições de suas partes tocadas ou seja a maioria dos músicos intrumentistas se focam um só estilo, vou dar um exemplo aqui de meu amigo Radark o que participou na trilha do Hero n' Fighter, ele é um músico intrumentista com noções básicas antes do Hero n' Fighter havia surgido um projeto de fan game de Mario, naquela época eu não podia atuar então perguntei se ele teria interesse e se ele seria capaz de participar ele ficou bastante receoso mas aceitou e depois de eu falar com ele sobre algumas coisas ele acabou saindo do projeto porque não estava se adaptando, e muito menos tinha prática de como fazer e ainda mais com o receio de atrasar a equipe dos caras ou simplesmente não conseguir, ele fez a melhor opção depois de eu falar pra ele tomar uma decisão mais direta, a questão é ele não só porque ele não estava se adaptando e sim porque também não tem aptidão como compositor, um compositor real no lugar dele ja saberia o que fazer mas ele é um músico intrumentista com noções básicas e isso ficou claro até com o decorrer quando chamo ele pra participar de algo, fora que pra um compositor se uma pessoa mente que sabe fazer algo ou simplesmente fingi como ja vi muitos figuras fazendo seja na época que eu frequentava institutos de música ou não, saiba que na hora do cara falar pra você executar algo, ou pra você constatar alguma coisa você vai cair no cavalo na hora portanto cuidado, fica meu alerta pros covardões espertalhões, finalizando o ponto Hero n' Fighter tem músicas Punk, o gênero Punk, que é vertente do rock em que ele como músico intrumentista se foca, o punk é extremamente simples, então ali ele mesmo com as noções básicas conseguiu atuar ja que ainda tinha suporte do game POM para construir as músicas mesmo não tendo nenhuma noção de bateria por exemplo para demanda de estrutura sonora ja que ali tem um suporte simples, e por curiosidade de quem queira saber ele vai participar na guitarra base de um futuro game de luta que vou elaborar que será o Ordinary Blame, mas teremos um reserva para as que ele não conseguir fazer a performance de forma adequada. 
Então esse exemplo ja esclarece bastante a diferença entre um compositor e um músico intrumentista que é bem diferente, e vale pena lembrar que nesses ramos não adianta "achar" que consegue "ou achar que é", ou que o fulaninho da padaria da esquina disse que sua música é legal e ficar satisfeito na ilusão que se fosse verdade, nestes ramos não tem meio termo ou você é ou você não é, ou você faz ou não faz, consegue ou não consegue, e se quer real resultado procure críticos de verdade que eles sim vão saber falar o que é e o que não é.

Hachiro é quem vai atuar em Cyberia 8, e sim ele é um compositor, Cyberia apesar de usar uma trilha puxada pro Rock não basta apenas você ser um músico intrumentista e sim um real compositor e Hachiro apesar de ser um compositor que se adapta em apenas alguns estilos (como grande parte dos que existem álias), ele foi um dos únicos que vi que teria competência e aptidão para atuar em Cyberia sem que a trilha perdesse sua essência, portanto mesmo que eu não vá atuar com certeza ele fará um ótimo trabalho, e para aqueles que curtem meu side act em Cyberia saibam que vou atuar na direção e trilha de um Beat 'em Up de Cyberia feito via Hacking, então fica ai o aviso só pra constar alguns detalhes.

Update:

Radark não vai mais participar da trilha do Ordinary Blame, devido a imprevistos, mas o projeto ocorrerá normalmente.

domingo, 13 de dezembro de 2015

EP de Megaman Unite

 
Update: A trilha foi transferida para o projeto do Megaman X9.

Geralmente não costumo produzir EP  ja que acho desnecessário mas como teve pedidos estarei colocando aqui um EP com 4 faixas do Megaman Unite, que pra quem não sabe é um projeto de Megaman Multiplayer, o jogo completo e a trilha completa eu vão estar no Re-Imagine Works que vocês vão achar na sessão de parceiros no site daqui algum tempo.

Download